A importância do movimento corporal e do alinhamento postural na diminuição das dores musculares

Possivelmente, você já deve ter ouvido milhões de vezes alguém lhe chamar a atenção para que você arrume sua postura, para que você sente direito, alinhe a coluna ou não pegue um objeto do chão de uma certa maneira. E quantas vezes você deve ter tentado mudar sua postura, mas em pouco tempo, lá estava você na mesma posição. Você se identifica com este cenário?


Pois bem, se a resposta for sim, isso não só acontece com você, mas também com a maior parte da população. Estudos mostram que pelo menos 80% da população mundial em algum momento sentirá dores nas costas, sendo que em muitos casos, as dores estão relacionadas a problemas relacionados à má postura e à forma com que elas realizam o movimento corporal.


É muito comum sentir que seu corpo não está totalmente alinhado, e a consequência são aqueles incômodos e dores em diversos lugares do corpo, principalmente nas costas. O desalinhamento postural é decorrente de um processo chamado compensação muscular. Para que você entenda como este processo funciona, farei uma comparação com um jogo de futebol de salão. Imagine que na quadra estão 4 jogadores na linha e 1 no gol. Desses 4 jogadores, um jogador é mais fraco que os demais e não está com muita vontade de jogar naquele dia, porém os outros jogadores estão com muita vontade e acabam jogando a mais para compensar esse jogador mais fraco.


O que você imagina que vai acontecer no final do jogo?


O atleta mais fraco não precisou jogar muito, enquanto que os outros jogadores estão verdadeiramente exaustos. É exatamente assim que acontece com nossa musculatura.Quando você realiza um movimento, como por exemplo caminhar, e uma das musculaturas responsáveis por esse movimento é fraca e inativa, as outras que estão ao redor tentarão fazer o “trabalho” dela como forma de compensação, afinal a tarefa de andar precisa ser realizada. No entanto, conforme o tempo vai passando, as musculaturas que mais trabalharam, ficarão fadigadas, enquanto a musculatura que ficou inativa, fica cada vez mais fraca, podendo até atrofiar. É por isso que quando você tenta arrumar sua postura, não consegue permanecer nela por muito tempo. Provavelmente, o músculo responsável por manter sua postura está fraco e desativado.


É a falta de consciência corporal que faz com que ocorra um desequilíbrio postural e uma compensação muscular. Mas o que tem a ver o movimento com alinhamento postural? Quando você realiza qualquer movimento físico colocando presença e foco nas musculaturas envolvidas, você naturalmente equilibrará as energias do seu corpo e as forças entre suas musculaturas, fazendo com que o alinhamento postural seja uma consequência natural desse movimento balanceado e harmônico.


Adquirir consciência corporal é portanto um tarefa crucial para quem deseja diminuir a tensão nos músculos de suporte e nos ligamentos, de forma que quanto maior for o equilíbrio das forças musculares, maior será o alinhamento postural e maior será a harmonia de trabalho entre todos os grupos musculares sem sobrecarregá-los individualmente.


Um dos objetivos primários da metodologia de treinamento Movimento Consciente é atingir um estado de consciência corporal que acontece a partir do treinamento de presença para que os alunos aprendam a realizar todos os movimentos, mantendo o foco na distribuição de forças em todas as musculaturas de forma equilibrada, bem como o alinhamento postural. E estamos cientes de que movimentos leves, belos e sem esforço são peças-chave para manter seu corpo sempre funcional, saudável e sem dores.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Posts Recentes

Já pensou em eliminar as dores musculares e a rigidez de movimento?

Aprenda a realizar a auto liberação miofascial e diga adeus ao desconforto!

Aproveite a promoção de Pré-Lançamento !

Corpo e mente